quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Polemica! Casal é condenado por homicídio por tratar bebê com homeopatia

Sei que este post vai causar uma certa polemica, mas minha intençao nao eh essa apesar de parecer.
So quero me abrir e falar do meu ponto de vista.
E vou dizer em poucas palavras: Quer parir em casa? Nao quer que seu filho passe por procedimentos medicos como o nitrato de prata, glicose e etc ao nascer num hospital???? Entao trate ele em casa com homeopatia em QUALQUER caso.
Queria saber se essas maes que pensam em parto "naturalissimo" domiciliar levam seus filhos a pediatras e hospitais quando a 'coisa aperta'.... e nao acredito que todos os procedimentos feitos apos o nascimento num hospital sejam tao ruins a um bebe, acredito que foram criados para o bem. Ja deixando claro, sou super a favor do parto normal,  mas acho que o bebe tem o direito de ter 'a mao' tudo que for necessario para viver caso algum problema aconteça. E nao venha me dizer q antigamente era assim ou assado, quantas maes nao perderam bebes? quantos bebes nao ficaram com sequelas? Acho que podemos e devemos evitar sofrimento em muitos casos.

O caso pra quem nao viu:

Casal é condenado por homicídio por tratar bebê com homeopatia

Pais se recusaram a buscar ajuda de medicina tradicional durante 4 meses de doença de bebê.
Da BBC

O casal Thomas e Manju Sam foi preso em Sydney, na Austrália, por ter deixado sua filha Gloria, de 9 meses e meio, morrer de septicemia e desnutrição, consequências de um severo caso de eczema.

O casal foi condenado por homicídio culposo. A pena combinada dos dois chega a um mínimo de 10 anos de prisão, sendo que o pai deve cumprir pelo menos seis anos e a mãe deve cumprir pelo menos quatro.

Thomas Sam, de 42 anos, e Manju Sam, de 37, se recusaram a buscar ajuda médica durante os quatro meses e meio em que a criança esteve doente, preferindo tratá-la com homeopatia.
Sam é médico homeopata e tratou a filha sozinho, até que ela desenvolveu uma úlcera no olho esquerdo e foi levada a um hospital, dois dias antes de morrer.

O juiz Peter Johnson, da Suprema Corte de Nova Gales do Sul, disse que a bebê sofreu desnecessariamente por causa de uma condição que é tratável.
Quando morreu, Gloria pesava apenas dois quilos a mais do que quando nasceu, e seu cabelo, que era preto, havia se tornado branco. Sua pele estava coberta de feridas e ela sofria de uma infecção.
Segundo a imprensa australiana, especialistas afirmam que, se Gloria tivesse sido levada ao hospital alguns dias antes, ela teria sobrevivido.

Segundo o juiz, o sofrimento do bebê seria óbvio para os pais e Thomas Sam demonstrou "uma atitude arrogante em relação ao que ele via como benefícios superiores da homeopatia em comparação com a medicina tradicional".

A mãe, que cedeu ao marido, "falhou com a criança em seu dever mais importante, com resultados fatais", disse o juiz.

Gloria morreu em maio de 2002, e, desde então, o casal teve outro filho, que também sofreu de eczema, segundo a imprensa australiana.

4 comentários:

Tatiana Bachur disse...

oi, aline! que bom conhecer alguém que tem a mesma opinião que eu! seguinte: as pessoas que defendem ferrenhamente o parto normal a qualquer preço, não levam em conta estatísticas que não são faladas, como a alta mortalidade materna e infantil na época do ronca, qdo não existia cesárea, por exemplo, ou qdo não era muito usada... quantas mães até hj morrem estrupiadas com seus bebÊs nascendo nas últimas, ou perdem seus bebÊs porque o cordão estava laçando, ou por ter que usar fórceps porque tava difícil de sair... qtas mães (e eu tenho uma amiga que passou por isso, ferrenha defensora do parto normal), que na hora H quase vê o filho nascer de fórceps, teve fissura anal por causa da força que teve que fazer e ainda por cima nem passou a notie com seu baby porque ele precisou ir pra uti neonatal por causa do parto difícil e ainda por cima tomou seu primeiro leite da vida artificial na maternidade! tudo pq tinha que fazer parto normal. acho uma babaquice ficar defendendo isso ou aquilo outro, sendo que há prós e contras em ambos. detalhe: a tecnologia e o avanço da ciência vieram para nos AJUDAR! eu mesma quase morri no parto, pois nasci de bunda...só saí porque era pequenina, com menos de 3kg, senão, não estava aqui hj!
e aí,te faço a pergunta: vc conhece alguém traumatizado por ter nascido de um ou outro tipo de parto? vc acha que as crianças que vc conhece que nasceram de cesárea são menos saudáveis ou menos inteligentes do que as que nasceram de normal? pois é...
por isso, minha cesárea está marcada... tenho tendÊncai a hipertensão (apesar de que até agora na gravidez está tudo ok) e não quero arriscar esperar "explodir" de pressão alta no fim da gravidez pra ter parto normal... enfim, cada uma com o seu direito de escolha: mirela não é mais ou menos amada pela minha escolha!
beijos!

Dany, Danielle disse...

Nao engordei pouco não!
Na primeira 16 e na segunda 20 kg. o Ó!!!!!!!!!

Gravida e Gata (by Dani Donda) disse...

OI LINDONA, PRIMEIRA VEZ QUE VC COMENTA EM MEU BLOG....

ADOREI....

E É A PRIMEIRA VEZ QUE PASSO POR AQUI TB....
ADOREI O QUE VI! hehehe

VOU VISITAR SEMPRE!

Fabiana disse...

Olá. Vi seu comentário no Blog da Grávida e vim conhecer o seu cantinho.

Eu estou de 19 semanas e cada vez mais encantada com esse mundo novo que se abre a minha frente (e dentro de mim).

Apareça lá no meu cantinho para nos fazer uma visita.

Bjos.